Responsável pelos estudos que buscam identificar as causas do surgimento das fissuras no bairro Pinheiro, o Serviço Geológico do Brasil lançou nesta sexta-feira (28), no site oficial do órgão, uma página para concentrar informações sobre o trabalho que vem sendo realizado em Maceió por pesquisadores. A página pode ser consultada neste link, que será atualizado periodicamente.

Na página, o cidadão pode acessar as perguntas e respostas mais frequentes sobre a situação do Pinheiro, a linha do tempo sobre o trabalho, previsões meteorológicas para a região e galeria de imagens, além de dados técnicos, como o Mapa de Feições de Instabilidade do Terreno e o Relatório Levantamento das Feições de Instabilidade do Terreno.

Titular da Defesa Civil de Maceió, Dinário Lemos explica que as informações passaram a ser disponibilizadas para consultas em atendimento à solicitação dos moradores do Pinheiro durante reunião com o prefeito Rui Palmeira. “Temos realizado encontros mensais para informar aos moradores sobre o que vem sendo feito no bairro e, a partir de agora, tudo poderá ser acompanhado também pela internet”, disse o gestor.

A chefe do Departamento de Gestão Territorial do Serviço Geológico do Brasil, Maria Adelaide Mansini Maia, também reforçou a importância da divulgação dos dados à população. “Pretendemos com isso aumentar a transparência das nossas ações e manter a população ciente do que estamos realizando. As informações no site serão constantemente atualizadas, conforme os trabalhos forem avançando e os resultados obtidos”, afirmou. O link direto para atualizações sobre o Pinheiro é o www.cprm.gov.br/publique/Gestao-Territorial/Geologia-de-Engenharia-e-Riscos-Geologicos/Acao-Emergencial-no-Bairro-Pinheiro-%28Maceio%2C-AL%29-5344.html.